BLOG

Nosso Blog

ao Eliton Carlos 25 nov, 2017

Segundo o Ministério da Saúde, há alguns cuidados e procedimentos que devem ser seguidos para que a doação possa ocorrer normalmente e o doador não sofra nenhum tipo de implicação posterior.

 

    • VERIFIQUE CRITÉRIOS BASICO PARA DOAÇÃO DE SANGUE

      • Portar documento oficial de identidade com foto e assinatura (identidade, carteira de trabalho certificado de reservista ou carteira do conselho profissional)
      • Estar bem de saúde;
      • Pesar no mínimo 50 Kg;
      • Não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.
      • Ter entre 16 (*) e 69 anos (incompletos) – (*) jovens com 16 e 17 anos só podem doar acompanhado dos pais e / ou dos responsáveis legais.
    • NO DIA DA DOAÇÃO SIGA ALGUMAS RECOMENDAÇÕES

      • Não ingira bebidas alcoólicas nas 12 horas que antecedem a doação;
      • Não realize doação de sangue em jejum;
      • Faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação;
      • Evite alimentos gordurosos nas 3 horas antes da doação.
    • DÚVIDAS COMUNS. QUEM NÃO PODE DOAR?

      • Febre - acima de 37°C;
      • Gravidez atual (90 dias após o parto normal e de 180 dias após a cesariana);
      • Amamentação (até 1 ano após o parto);
      • Uso de alguns medicamentos;
      • Anemia;
      • Cirurgias;
      • Extração dentária 72 horas;
      • Tatuagem: 01 ano sem doar;
      • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
      • Transfusão de sangue: impedimento por 01 ano;
      • Quem teve hepatite após os 11 anos de idade, exceto se tiver comprovação laboratorial de que foi hepatite A (IgM positiva);
      • Quem teve gripe, resfriado ou diarreia nos sete dias anteriores à doação;
      • Quem ingeriu bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;
      • Quem apresenta ferimento ainda não cicatrizado.
    • CUIDADOS PÓS-DOAÇÃO

      • Aguardar, no mínimo, uma hora para dirigir curtos percursos e duas horas para viagens;
      • Não fumar por, no mínimo, duas horas;
      • Não pegar peso com o braço utilizado para a doação;
      • Não fazer exercício físico acentuado nas 12 horas subsequentes à doação (andar de bicicleta, carregar peso, fazer ginástica, faxinas domésticas, lavar roupas a mão);
      • Algumas atividades profissionais que podem colocar em risco a própria integridade física do doador ou de terceiros devem ser interrompidas, por certo período de tempo, após a doação de sangue. Assim, só poderão doar sangue os profissionais que puderem aguardar o tempo de repouso recomendado antes de retomar suas rotinas.
    • RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES

      • Em caso de sangramento no local onde foi introduzida a agulha, efetuar compressões no ponto de punção;
      • Caso apareça dor, acúmulo de sangue ou vermelhidão no local da punção, fazer compressa com gelo e entrar em contato imediatamente com o setor de coleta;
      • Em caso de surgimento de enjoo ou tontura, deitar-se ou sentar-se com cabeça entre os joelhos. Caso persistam os sintomas, entrar em contato imediatamente com o setor de coleta;
      • Caso não receba em 40 dias os resultados dos exames efetuados com o seu sangue, comunique -se imediatamente com o setor de coleta para os esclarecimentos necessários.
    • O QUE ACONTECE DEPOIS DA DOAÇÃO?

      • O doador recebe um lanche, instruções referentes ao seu bem-estar e poderá, posteriormente, conhecer os resultados dos exames que serão feitos em seu sangue.
      • Atenção: Os testes realizados são de triagem e não para diagnóstico de doença. Assim, se necessitar repetir exames, não significa que haja alguma doença ativa. Não há motivos para preocupação em caso de convocação para uma nova consulta médica ou para a repetição de exames.

    Hemocentro, Fortaleza, Ceará
    Endereço: Av. José Bastos, 3390 - Rodolfo Teófilo, Fortaleza
    Horário: Aberto hoje · 08:00–16:00
    Telefone: (85) 3101-2296  

    ao Eliton Carlos 15 nov, 2017

    A Proclamação da República aconteceu no dia 15 de novembro de 1889, e se tornou feriado nacional.

    Apesar do Brasil ter se tornado independente, era ainda dominado pelo governo do império português. O ato da Proclamação da República pôs fim à soberania do imperador Dom Pedro II, ocorrendo na Praça da Aclamação (atual Praça da República), na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Império do Brasil.

    Liderados pelo Marechal Deodoro da Fonseca, um grupo de militares do exército brasileiro destituiu o imperador e assumiu o poder do país. Instituído, naquele mesmo dia 15, um governo provisório republicano.

    Vários fatores levaram o Brasil a se tornar um país republicano. Os progressistas da época criticavam a ausência de iniciativas de desenvolvimento econômico, político ou social. Além da falta de manutenção de um regime político de castas e voto censitário, com base na renda anual das pessoas. O Brasil ainda possuía altos índices de analfabetismo e miséria em relação a todos os demais países do continente, que eram republicanos.

    Acreditava-se que, com o regime republicano em vigor, haveria maior desenvolvimento social, político e econômico. A Proclamação da República é um marco para o país, se tornando um dos feriados mais importantes para a história do Brasil, e comemorado com desfiles cívicos e homenagens em todo país.


    ao Eliton Carlos 14 nov, 2017

    A data tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da implantação de melhores condições de ensino e aprendizagem no país.

    A alfabetização não se baseia unicamente no ato de aprender a ler e a escrever, mas também no desenvolvimento da capacidade de compreensão, interpretação e produção de conhecimento.

    Origem do Dia Nacional da Alfabetização

    O Dia  Nacional da Alfabetização é comemorada desde 14 de Outubro de 1966, criada em homenagem à criação do Ministério da Educação e Cultura (MEC) em 1930, a partir do Decreto de Lei nº 19.402.

    No Brasil também se comemora o Dia Internacional da Alfabetização, em 8 de Setembro. Esta data foi instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) e possui o mesmo objetivo de fomentar o processo de alfabetização em todos os países do mundo.

    Atividades para o Dia Nacional da Alfabetização

    No Dia da Alfabetização, a comunidade escolar e familiar costumam se unir na prática de atividades que auxiliem no processo de conscientização da importância em construir um país livre do analfabetismo. 

    Nosso Blog

    ao Eliton Carlos 25 nov, 2017

    Segundo o Ministério da Saúde, há alguns cuidados e procedimentos que devem ser seguidos para que a doação possa ocorrer normalmente e o doador não sofra nenhum tipo de implicação posterior.

     

      • VERIFIQUE CRITÉRIOS BASICO PARA DOAÇÃO DE SANGUE

        • Portar documento oficial de identidade com foto e assinatura (identidade, carteira de trabalho certificado de reservista ou carteira do conselho profissional)
        • Estar bem de saúde;
        • Pesar no mínimo 50 Kg;
        • Não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.
        • Ter entre 16 (*) e 69 anos (incompletos) – (*) jovens com 16 e 17 anos só podem doar acompanhado dos pais e / ou dos responsáveis legais.
      • NO DIA DA DOAÇÃO SIGA ALGUMAS RECOMENDAÇÕES

        • Não ingira bebidas alcoólicas nas 12 horas que antecedem a doação;
        • Não realize doação de sangue em jejum;
        • Faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação;
        • Evite alimentos gordurosos nas 3 horas antes da doação.
      • DÚVIDAS COMUNS. QUEM NÃO PODE DOAR?

        • Febre - acima de 37°C;
        • Gravidez atual (90 dias após o parto normal e de 180 dias após a cesariana);
        • Amamentação (até 1 ano após o parto);
        • Uso de alguns medicamentos;
        • Anemia;
        • Cirurgias;
        • Extração dentária 72 horas;
        • Tatuagem: 01 ano sem doar;
        • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
        • Transfusão de sangue: impedimento por 01 ano;
        • Quem teve hepatite após os 11 anos de idade, exceto se tiver comprovação laboratorial de que foi hepatite A (IgM positiva);
        • Quem teve gripe, resfriado ou diarreia nos sete dias anteriores à doação;
        • Quem ingeriu bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;
        • Quem apresenta ferimento ainda não cicatrizado.
      • CUIDADOS PÓS-DOAÇÃO

        • Aguardar, no mínimo, uma hora para dirigir curtos percursos e duas horas para viagens;
        • Não fumar por, no mínimo, duas horas;
        • Não pegar peso com o braço utilizado para a doação;
        • Não fazer exercício físico acentuado nas 12 horas subsequentes à doação (andar de bicicleta, carregar peso, fazer ginástica, faxinas domésticas, lavar roupas a mão);
        • Algumas atividades profissionais que podem colocar em risco a própria integridade física do doador ou de terceiros devem ser interrompidas, por certo período de tempo, após a doação de sangue. Assim, só poderão doar sangue os profissionais que puderem aguardar o tempo de repouso recomendado antes de retomar suas rotinas.
      • RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES

        • Em caso de sangramento no local onde foi introduzida a agulha, efetuar compressões no ponto de punção;
        • Caso apareça dor, acúmulo de sangue ou vermelhidão no local da punção, fazer compressa com gelo e entrar em contato imediatamente com o setor de coleta;
        • Em caso de surgimento de enjoo ou tontura, deitar-se ou sentar-se com cabeça entre os joelhos. Caso persistam os sintomas, entrar em contato imediatamente com o setor de coleta;
        • Caso não receba em 40 dias os resultados dos exames efetuados com o seu sangue, comunique -se imediatamente com o setor de coleta para os esclarecimentos necessários.
      • O QUE ACONTECE DEPOIS DA DOAÇÃO?

        • O doador recebe um lanche, instruções referentes ao seu bem-estar e poderá, posteriormente, conhecer os resultados dos exames que serão feitos em seu sangue.
        • Atenção: Os testes realizados são de triagem e não para diagnóstico de doença. Assim, se necessitar repetir exames, não significa que haja alguma doença ativa. Não há motivos para preocupação em caso de convocação para uma nova consulta médica ou para a repetição de exames.

      Hemocentro, Fortaleza, Ceará
      Endereço: Av. José Bastos, 3390 - Rodolfo Teófilo, Fortaleza
      Horário: Aberto hoje · 08:00–16:00
      Telefone: (85) 3101-2296  

      ao Eliton Carlos 15 nov, 2017

      A Proclamação da República aconteceu no dia 15 de novembro de 1889, e se tornou feriado nacional.

      Apesar do Brasil ter se tornado independente, era ainda dominado pelo governo do império português. O ato da Proclamação da República pôs fim à soberania do imperador Dom Pedro II, ocorrendo na Praça da Aclamação (atual Praça da República), na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Império do Brasil.

      Liderados pelo Marechal Deodoro da Fonseca, um grupo de militares do exército brasileiro destituiu o imperador e assumiu o poder do país. Instituído, naquele mesmo dia 15, um governo provisório republicano.

      Vários fatores levaram o Brasil a se tornar um país republicano. Os progressistas da época criticavam a ausência de iniciativas de desenvolvimento econômico, político ou social. Além da falta de manutenção de um regime político de castas e voto censitário, com base na renda anual das pessoas. O Brasil ainda possuía altos índices de analfabetismo e miséria em relação a todos os demais países do continente, que eram republicanos.

      Acreditava-se que, com o regime republicano em vigor, haveria maior desenvolvimento social, político e econômico. A Proclamação da República é um marco para o país, se tornando um dos feriados mais importantes para a história do Brasil, e comemorado com desfiles cívicos e homenagens em todo país.


      ao Eliton Carlos 14 nov, 2017

      A data tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da implantação de melhores condições de ensino e aprendizagem no país.

      A alfabetização não se baseia unicamente no ato de aprender a ler e a escrever, mas também no desenvolvimento da capacidade de compreensão, interpretação e produção de conhecimento.

      Origem do Dia Nacional da Alfabetização

      O Dia  Nacional da Alfabetização é comemorada desde 14 de Outubro de 1966, criada em homenagem à criação do Ministério da Educação e Cultura (MEC) em 1930, a partir do Decreto de Lei nº 19.402.

      No Brasil também se comemora o Dia Internacional da Alfabetização, em 8 de Setembro. Esta data foi instituída pela ONU (Organização das Nações Unidas) e possui o mesmo objetivo de fomentar o processo de alfabetização em todos os países do mundo.

      Atividades para o Dia Nacional da Alfabetização

      No Dia da Alfabetização, a comunidade escolar e familiar costumam se unir na prática de atividades que auxiliem no processo de conscientização da importância em construir um país livre do analfabetismo. 

      Share by: